Diz aí, professor Diego Siqueira: Brincar é o melhor remédio

As brincadeiras provocam estímulos físicos e sensoriais, assim reforçam as ligações sinápticas e cerebelares, acelerando o desenvolvimento motor nas crianças e nos adultos. Isso explica o fato de espécies que têm cérebros grandes, como os golfinhos, serem tão brincalhonas. Saindo da ciência, brincar é sinônimo de divertir-se e entreter-se, mas também pode virar coisTE - Diego Siqueiraa séria. Isso porque especialistas defendem que o ato de brincar é uma experiência de aprendizado e ressignificação da realidade.

Sabemos que o processo de internação hospitalar de uma criança pode gerar impactos no futuro dos pequenos, dessa forma, as atividades lúdicas são fundamentais. Muitas crianças não possuem recursos de comunicação verbal suficientes para expressar seu sentimento e por meio de brinquedos conseguem manifestar suas emoções. O valor da brincadeira possibilita que ela avalie a ansiedade gerada por experiências atípicas da sua idade, além disso, tem como função preparar os pacientes para procedimentos terapêuticos.

Há educadores que chamam isso de “pedagogia da emergência”, defendendo que a brincadeira traz a alegria e, a alegria, a cura. Um deles, Reinaldo Nascimento, que trouxe o conceito para o Brasil, entende que a brincadeira também pode recuperar traumas e sequelas da violência nos jovens a partir do carinho, do cuidado e da atenção.

Recursos lúdicos, muito utilizados em hospitais, são bonecos que representam a família, os animais domésticos, ou até mesmo os próprios objetos domiciliares e do cotidiano dos pacientes. Dessa forma eles trazem a brincadeira para seu mundo, o que auxilia em sua saúde física, psíquica e mental. Brincar se torna, literalmente, o melhor remédio.

Diego Siqueira
Professor do curso Técnico em Enfermagem da Fundatec

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s